15 de out de 2017

#11 Carta de Aniversário - Lee Donghae



E lá vamos nós para mais uma cartinha de aniversário, não é? Tive que abrir a caixa e contar os papéis, mas é isso aí: décimo primeiro. Como o tempo passa rápido.
Eu não esqueci da sua carta, antes que a minha consciência comece a pesar e a sua cara de "aish" brote na minha mente, como sempre faz quando estou em dívida com algo ou alguém. Eu esbocei algumas coisas sim, mas não tive tempo de sentar na frente do word ou de abrir um caderno e colocar tudo em ordem. Talvez seja uma característica nossa, a breve desorganização mental. Mas por fora, estamos sempre tranquilos. Bom, na maioria das vezes.
Mas e aí, como você está? O comeback está chegando e estou empolgada com ele. Imagino que você também esteja, mas, como sou direta, cara, e bem sincera, acho que devo te dizer que não curti a ideia de você ser um dos vocais principais. Você sabe que te amo mais do que tudo e sabe que o propósito nunca foi te machucar com algo que eu possa falar, até porque eu não sei expor opinião - mas essa eu precisei escrever. Não que você não tenha uma voz bonita, mas acho que foi um pouco forçado. E também sei que, mais uma vez, você vai me mandar calar a boca e dizer que vou ter surpresa e vou sim levar uma porrada na cara, como você sempre diz. "Confie em mim, eu sei o que estou fazendo", é como uma voz mental que fica me perturbando todas as vezes que eu penso nisso. E é a sua voz. Você é um porre, Donghae.
Acho que nesses onze anos eu não te agradeci pelo conhecimento como professor que você me traz, não é? Me veio de repente agora que você faz aniversário no dia dos professores, aqui do Brasil e taí mais uma confusão pra esse deja vu esquisito. Então, obrigada, Donghae, por todo conhecimento por osmose. Obrigada por você me ensinar a lidar melhor com meus sentimentos e obrigada por me ensinar a manter as pessoas que são importantes por perto. Sei que não fui das melhores alunas nos últimos anos, mas agora acho que encontrei o caminho de volta da sua aula. Não fujo mais para ir ao shopping, prometo! :P
Esse é mais um aniversário que te escrevo a mão e o segundo que te escrevo online. Sei que você nunca irá ler, até porque está em português e seu português não é lá grandes coisas. Ainda tenho vontade de te levar minha caixa de cartas e entregar pessoalmente a você, isso é muito idiota, não? Ou talvez a internet nos deixe mais próximos pelo Instagram. Eu não sei se você vai usar o tradutor (por favor, perca uns dias da sua vida aprendendo inglês, mas não usa o tradutor!) mas espero que minhas palavras simples você compreenda. Eu te amo e sempre vou te amar. Obrigada por todos os conhecimentos por osmose e por aparecer nos meus sonhos sempre com um ombro amigo, um abraço fraternal e um sorriso divertido.
Da sua irmãzinha.

ps: ando escutando uma música legalzinha nos últimos tempos, ela está em inglês mas foi feita por tailandeses. Escuta "Higher", da Hispop United. Sei que não é bem teu estilo mas ela é contagiante hehe