27 de jul de 2010

RandomiX



Os últimos dias têm sido uma negação na minha vida, em todos os aspectos. É horrível acordar, saber que tem mais de 12 horas pra ficar acordada e que, se dormir durante o dia, além da dor de cabeça, eu vou ficar acordada a madrugada toda.
Tento me ocupar com várias coisas pra não ter um troço e sair deletando tudo. Lollipop, minhas contas do Tieba/Sina/Tianyan/Migu/etc, sair da equipe do MFM, minhas fics, etc. Quando abro o editor de texto e vejo aquela folha em branco, eu me vejo tão em branco quanto. Ela espera que eu adicione qualquer nota, um texto, uma frase, uma palavra, o que for, mas é como se não existisse teclado nem mouse, e, como não funciona a base de voz, continua em branco.

Uso a fic "GEP" pra me dispersar. Pode parecer idiotice, mas é a única válvula de escape que eu consigo encontrar pra "relaxar". Anteontem, de repente, veio um surto de emoções e escrevi; ontem, quando li, eu percebi o quão perdida eu estou. Chega a ser ridículo se expressar por uma fanfic, mas é o que têm acontecido. Quanto mais eu leio, releio e escrevo, percebo o quão pessoal ela fica. O propósito de uma história é ser imparcial mas pessoal, não é? Não falar exatamente de você mas saber o que você pode fazer, onde deve cutucar, o ponto mais emocional da leitora. Por mais diferente que todo mundo seja, todo mundo tem o mesmo pontinho da emoção. O problema é que com essa história eu não consigo mais mudar. Se mudar, vai perder todo o contexto, toda a "interação" (se bem que acho que ela já se perdeu há muito). A única saída que eu tenho é continuar escrevendo a bicha.
Eu não devia e sei bem disso. Sei o quão ruim fica algo escrito pra você em especial. Essas coisas não têm como virar fanfic, por ser muito pessoal. Se você tem cabelo laranja, quem ler e não te conhece vai achar muito estranho você começar a história com cabelo laranja. Isso vale pra tudo. Você precisa se reinventar, ser universal. Se sabe que algo vai ter de estar na fic e é muito pessoal, coloque uma pergunta. Assim a sua leitora não vai se perder. Eu não dei detalhes da minha aparência na fic em questão, mas diversas coisas, como o que eu sinto em relação a outros, meus histórico de pancadas e batidas, etc, estão lá. Nesse capítulo novo, reparei que estava novamente voltando a mim, e não à leitora. Me sinto um nojo fazendo isso, mas, infelizmente, com ela, vai ter que ser assim. Quanto mais cedo terminá-la, melhor vai ser.
O problema vai ser terminá-la. Mesmo sabendo que é apenas uma história, eu sinto como se estivesse escrevendo o que vai acontecer comigo na realidade. Se eu escrever "mudei a minha vida", vou me sentir obrigada a fazer o mesmo. Qualquer coisa que aconteça, eu vou me sentir como se estivesse escrevendo a minha "sentença". Mas é apenas uma história, não influencia na minha vida... ou influencia?

É muito confuso o que se passa na minha cabeça. São muitas dúvidas, muitas perguntas, a maioria sem resposta. Já estou cansada de ouvir "você precisa olhar pra dentro e se descobrir", já perdi as contas de quantas vezes já o fiz.
Eu não sei mais o que fazer. Pela primeira vez na vida, queria que a resposta caísse dos céus..

2 comentários:

Dolphin disse...

Onw Deh.
Acho que quando escrevemos é quase impossível não colocar um pouco dos nossos sentimentos nas fics. Eu escrevo os meus sonhos, desejos e o que estou sentindo no momento, não consigo faze diferente e por algum motivo muitas pessoas se identificam com isso. Como vc disse o certo é ser imparcial, mas conseguir ser é difícil.

Continue a escrever, muita gente vai vir a se identificar com vc, e isso é bom, ajuda.

E não fica se preocupando não ta? Tem dias que parece que o mundo ta desabando na cabeça e que vc ta aqui na terra sem propósito algum. Mas passa, vc vai ver.

<3

Roses disse...

Já falei que sarango GEP, e não, não é ridículo se expressar através de fic. Acho que a graça está em poder ter múltiplas personalidades dependendo da fic que você lê, então não encane com isso de "o povo não vai se identificar".

E que ninguém venha com esse papo de olhar pra dentro pra cima de mim, eu acho que não funciona. Se você pudesse ser totalmente imparcial ao analisar você mesma ninguém teria problemas né. ^^

JIAYOU!!!