5 de jun de 2015

Hmm..



Aconteceu algo ontem que me deixou pensativa. Tanto que, depois que acordei (liguei prum colega pra avisar que tava estranho na rua dele e ele foi todo escroto comigo e fiquei muito chateada e por isso não dormi mais), demorou tanto pra que eu conseguisse dormir que... praticamente não dormi. O que não é novidade, mas enfim.

Ontem, passei vinte minutos conversando com uma RH. Ela é uma pessoa maravilhosa, fala pra caramba rs mas muito legal. E acho que ela me abriu os olhos. Ela e Marcelo, mas ele falo depois.
Ela falou de seguir o que ama pra não ser só mais uma na multidão.

Quem me conhece pessoalmente sabe que sou altamente crítica e analista (?) de filmes e livros. Com livros, vou lendo e já imaginando atores, onde gostaria que fosse gravado, ângulos pra camera e etc. Com filmes, analiso cada frame meticulosamente e só preciso assistir o filme uma vez pra reparar em erros de continuidade, câmeras, atores, etc. Eu sou um saco.

Fiz faculdade de Turismo meio que na marra. Eu só tinha 17 anos e a ideia de pensar um pouco era nula. Literalmente vi um outdoor na rua, fiz um curso de 2 sábados de Roteiros Turísticos, conheci uma moça da FACHA, ela me conseguiu uma bolsa e lá fui eu. Fiz o curso inteiro antes de se tornar oficialmente quatro anos, então teria que fazer mais um ano caso quisesse voltar (foi o que me falaram). Trabalhar com isso, como esperei, foi um terror, e, apesar de ter adorado conhecer pessoas e sempre (sou de gêmeos, odeio ficar parada)... não me deu o 'plim'.

Demorei uns três anos pra fazer Jornalismo. Fiz um teste vocacional e era isso ou Direito. Eu gosto de Jornalismo, sério, mas sabe o plim? Não bateu ainda. Já fiz estágio com Jornalismo e tal mas o tal plim, nada.

Quando me perguntam em quê no Jornalismo quero trabalhar, penso no Turismo aplicado no Jornalismo. É legal, sério, até tenho planos de conseguir trabalho na Panrotas...

Aí ontem fui assistir o "St. Andreas" com Marcelo e ele passou o filme me mandando calar a boca. Perguntou sobre terremoto, pq existe e tal. Cara, nunca me senti tão feliz em explicar algo rs Gosto de explicar coisas de Geologia, é muito divertido. Quando terminou o filme, comecei a explicar o que é e como funfa terremotos e reparei num grupinho só escutando. Não sei se foi coisa de professora, mas gostei da atenção rs

Marcelo me sugeriu abrir um blog pra análises de filmes que gosto. Em terra de blogs literários, seria bacana uma diferença. Mal ele falou isso, eu já estava pensando em layout e em formatos de análise. Tenho MUUUUITA coisa pra falar e duvido muito que alguem leria até o fim mas fiquei muito empolgada.

Aí quando falei com a moça do RH e ela falou que ela ama Moda mas se viu na Publicidade e Marketing, trabalhando numa mega empresa de combustível, me perguntei se era isso mesmo. O caso é que ninguém nunca levou fé nessas coisas que eu gosto por fora, fora Marcelo e Yayoi e até mesmo a Alê, e lembro bem do 'Cinema não!' repetido inúmeras vezes. Daí não sei o que faço ><

E vou continuar sem saber mesmo...

Talvez abra mesmo o blog quando tiver um tempo. Com tanta prova semana que vem, estudar é preciso...

Mas continuo sem saber.

0 comentários: