7 de jul de 2009

hell ya...

Faz dias que não posto porque eu quis. Não tive saco pra postar, aliás, eu ainda estou meio... sem saco. Pra escrever. Qualquer coisa, sei lá. Tentei escrever um pedaço da estorinha da Fê e melequei a coisa toda. Não ando com cabeça pra muitas coisas.
O pouco de sol que apareceu aqui no RJ me fazia sair e ir pra praia. Engraçado foi num dia desses que cheguei na praia. Me lembrei justinho de quando eu e a prima estávamos em Tramandaí e, assim que chegamos, caiu uma baita chuva. Não chegou a chover, mas ventou tãaao gelado que eu pus a mochila nas costas e me mandei pra casa. Frustrada. Mas antes fiz o 'pit stop' de sempre no Rei do Mate, aquele mate com leite condensado é a melhor coisa que já inventaram [falo de bebida].

Pois, é, Michael Jackson bateu as botas. Assim, por mais que eu leia, veja, qualquer coisa, vai demorar um bom tempo pra aceitar isso. Ele é uma daquelas pessoas que você não acredita que um dia morre. Não... pela aparência física. Mas pelo bom coração dele. Todo mundo tem algo a acrescentar no 'milagre' que MJ fez, tipo um 'ele fez milagre na minha vida!'. E eu confesso o meu: se eu nunca tivesse visto Thriller, eu nunca teria essa quase obsessão em escrever. Quando eu era pequena (ainda sou, mas enfim), eu fazia diversas "teias de aranha" nas histórias dos clipes dele, mas nunca mostrava pra ninguém. Mãe, pai, tia, professora, agora vocês sabem porque eu arrancava folhas dos cadernos de Matemática e Ciências, não me matem! Ah sei lá. Tudo jogada de marketing. Acredito que ele vai aparecer sorrindo e dizer "foi só uma brincadeirinha!".

Numa dessas minhas andanças pelo Rio, síndrome de 'i'm free!', parei no Bob's dia desses pra comer qualquer porcariada e então apareceu um baita figura: o cara era ultra magrelo, alto e estava com meia branca e sapato preto. Obviamente pensei "ah, não, mais uma homenagem ao Michael!", mas fiquei quieta. Não esperava que o titio, no meio de um fast food CHEIO, fizesse um giro e gritasse 'au!'. Só deu tempo que arregalar os olhos e trocar olhares com um britânico [o maldito britânico!], que mordeu o canudinho e falou 'fuck yeah'. Tipo... hein?
Deixa eu explicar ssa do britânico. Bom, estava eu na praia, ultra pensando na vida, quando passa esse cara e praticamente taca areia no meu cabelo. Eu fiquei chateada [também, né!], e falei "você bem que poderia ter um pouco de cuidado!". Ele: "Se eu tivesse tido cuidado, não teria assunto pra puxar com você". Mais um ¬ ¬. Daí começamos a conversar, eticétera e tal, e, quando ele foi pra água, peguei minha mochila e saí correndo. xD

Saí do Corcova. Êeee! Aleluia (?)! Foi meio tristinho e, pra ser bem sincera, já tô de saco cheio de ficar em casa. Mal vejo a hora de semana que vem chegar, pro curso de Amadeus começar. Por um lado estou amando esse período de não fazer nada, estou oficialmente de "férias" até Segunda. Yahoo. Agora só dia 10 de Agosto. Último período da faculdade. E olha que bacana! Estou terminando a faculdade e descobri que não quero Turismo! ¬ ¬ Na verdade ainda não sei o que farei da vida ano que vem. Sei que Março é a minha formatura (:

Acho que já escrevi demais...

0 comentários: