14 de mar de 2010

Formatura


Estou devendo um post sobre sexta feira, verdade. Não vai ser dos melhores, porque meu humor não está dos melhores, mas vou tentar ^-^

Pra começar, de quinta pra sexta eu não preguei o olho. Acordava quando conseguia dormir, tinha pesadelos, enfim, estava apavorada demais. Mas consegui dormir por mais ou menos quarenta minutos e então levantei de vez. Minha mãe não tinha ido trabalhar, pra me ajudar e tal, então eu tomei café e vim pra cá, tentar escrever alguma coisa mas não consegui. Lá pelas onze eu conversei com a Roberta, minha colega de comissão, e tentei ligar pra empresa e não consegui.
Almoçamos e então começou o emperaquetamento. Fui pro salão aqui perto, fiquei uma hora e meia fazendo escova [não tenha cabelão como eu ^^], fui fazer um penteado. Eu odeio meu cabelo nos dois primeiros dias de escova e pra ser sincera, não curti meu cabelo, mas enfim, segue normal. Fiz a maquiagem. Todo mundo que passava atrás de mim me perguntava se eu ia apresentar um desfile de moda ou se iria desfilar. Até na rua perguntaram isso, enfim, fiquei bem sem graça. Cheguei em casa e, meia hora depois, fui me vestir.
Daí pronto. Começei a ficar nervosa, estralava os dedos, não conseguia fechar a sandália, achava que tinha cometido erro ao pintar as unhas de roxo uva [e ficou super legal] ... O resultado foi esse:


Saca o desespero na cara da garota
Daí meu pai chegou e fomos. Tudo parado. Óbvio, começei a entrar em pânico, tinha exigido tanto que todo mundo estivesse entre cinco e cinco e meia lá e eu ainda no trânsito, cinco da tarde! Só não chorei porque não podia estragar a maquiagem...

Quando finalmente chegamos, eu saí correndo. Sério, saí correndo, quase caí naquela calçada horrorosa da Rua do Catete... assim que vi o Recife e o Vítor, me deu um alívio... mas daí vi o Arthur e tipo, ele estava de chinelo e camiseta! Preferi não falar nada, senão eu ia me estressar e eu me prometi que iria ficar zen naquele dia. E daí começaram as fotos entre nós. E a minha câmera, a ficar de sacanagem ¬¬ Tenho que pegar outras fotos com o pessoal...

Vanessa, Naia, eu e Dani. Ou melhor, nossas sombras
Alexandre, eu, Dani, Pri,Pedro, Recife,Glaucia, Rita e Vítor
Nós de novo, dessa vez conversando ^^


O povo foi chegando, mas tudo atrasado. Não, eu não estava nervosa. Estava em pânico!
Assim que chegou um número considerável, o mestre de cerimônias Ronaldo começou a ensaiar a gente. A professora de Inglês e Psicologia, a Cátia, chegou primeiro. Perguntei trocentas coisas pro Ronaldo e te pergunto, onde estava o outro apresentador? Ah, é, era o Rafael, o cara que eu tinha prometido matar no dia da formatura..
Começei a passar o roteiro quando chega o Rafael, e me solta a bomba: Marcello, o professor que seria presidente da mesa, não iria. Eu começei a entrar em pânico de novo quando Rafael me diz "A Márcia Alonso" (vice diretora da faculdade) "já está chegando". quase abracei ele de felicidade xD Bom. Trocamos os nomes, tirei o nome da Ana Carolina, porque ela não iria, enquanto todo mundo ia chegando. Eu ia empurrando todo mundopro backstage, pra colocar beca e comer (tinha lanchinho ^-^), enquanto passava roteiro com o Davidson. Ele também é super gente fina, como todos da empresa (graças que a loira não estava lá!).

Vesti a beca, comi uma torrada no meio do caminho, cumprimentei professores, tirei fotos "oficiais". Ganhei até um "você não fica na mesmice", do Ronaldo, que também era fotógrafo xD Acho que eu estava no meu nível máximo de sociabilidade, juro. Eu cumprimentava todo mundo, mas todo mundo mesmo, fiquei até amiga do pessoal que cuidava do telão! xD Depois explico a deles xD Bom, desci naquela escadinha safada e fui ver minha família, né.

Mas falei pouco com todo mundo, porque saí correndo pra ver se mais alguém tinha chegado. E quase caí no corredor de novo.
Nada do povo chegar, até que a Roberta me solta "Falta Ana Letícia e Rodrigo". O que o Rodrigo tem a ver, pensei. "Entrou hoje. Soube às 4 da tarde, legal, né?" e começamos a rir. Rodrigo é tão lerdo, coitado, masé um amor de pessoa..

Bueno, nós não podíamos esperar mais, então fomos começar tudo. Entrei em pane de novo, eu que ia puxar a fila. Não que eu seja baixinha, masé porque eu era apresentadora, eu e Rafael. Ah, que seja. Sei que começou, a menina disse "Vai" e, em vez de esperar todo mundo, eu fui voada pro palco. Olhando pra trás, que mico, cara. Quando estávamos todos no palco, a Roberta, que tava no meu lado, me disse "Tinha que ser você pra sair voada, sua ligeirinha" e eu só não ri porque tava muito sem graça.

Daí começou, Hino, e tal. E eu e Rafael fomos chamados.
O Rafael estava BRANCO de vergonha. E eu não sei o que me deu que eu fiquei impossível. Já explico xD Mas enfim, a minha felicidade foi que eu falei alto, perto do microfone e não estava com vergonha. Mas quase morri. Porque, quando eu ia começar a falar o que era necessário, eis que minha família grita "Dedinha, gatinhaaa!". Pus a mão no rosto, cara, que vergonha do cão! Definitivamente, eles me envergonham...

Anyway. Tudo ia às mil maravilhas, os discursos do patrono e paraninfo foram maravilhosos, eu me senti orgulhosa de todo mundo, olhava pra todos feliz e tal, e o Rafael olhando pro roteiro quase cagando (sorry o termo) nas calças. Acho que trocamos de almas, sabe, geralmente eu que morro de vergonha!

Aí veio o mico! A Ana Carolina, que não foi, tinha homenagem pra fazer pro professor de Estatística, o Ricardo Artur, que foi mas teve que ir pro casamento da sobrinha, acho. E era a música do Ramones que eu tinha escolhido. E falei o nome da ser humano! A Dani, a Roberta e a Rita decidindo quem ia levantar, muito horrível! Eu esqueci super de tirar isso, que horror, cara... Mas deu tudo certo.

Tinha muito professor homenageado que não estava, e nem eu nem Rafael entendíamos a minha letra no roteiro, onde dizia "Devido a impossibilidade da presença do prof tal, a homenagem será entregue a presidente da mesa", então engasgamos aí. Mas nada que o possível nervoso não resolvesse xD

Os oradores! Recife e Pri, cara, que fofos! Eu estava nervosa porque eles não me entregaram no prazo os discursos, e eu tava com medo de sair algo de duplo sentido, errado... Mas o discurso do Rafael Recife, da minha turma... me deu lágrimas nos olhos, foi lindo! Pri toda empolgadona também, super fofos *-*

Juro, como bacharel de Turismo...

Daí foi seguindo, até a hora de chamar o povo. Nessa hora, foi muito estranho, porque Rafael e eu parecíamos amiguinhos, conversando quem poderia chamar quem, mesmo que tivesse o nome. Decidimos que, depois que ele me chamasse, ele chamaria o pessoal da turma dele e eu, da minha. Só que ele chamou a Roberta e eu quase morri de rir. Sem contar que todas as músicas lá estava eu dançando. Sério. Eu-estava-dançando-parada. A minha mãe disse que tava até meio engraçado, porque eu tava assim e o Rafael tava duro feito uma pedra de gelo xD Daí ele foi falando pausado e eu fui falando normal, como se fizesse aquilo todo dia, enfatizando nomes, fazendo terminações enfatizadas.. acho que ficou legal. xD

Rock n' roll, Arthur \m/


A revelação mais cute cute dessa parte foi o Samuelzinho, o filho da Gláucia, que tem dois aninhos, de beca, entregando o canudo pra ela. Foi tão, mas tão fofo, que meu "awti ti cute" deve ter saído no microfone xD Mas foi lindo, muito lindo mesmo ^^

Bom, daí finalizamos. Quando a gente jogou o capelo e começou a tocar a música do U2, foi aquele abracê geral. E eu me dizendo "tu não vai chorar". E não chorei.

Alexandre, eu e Pedro, derretendo na beca
A melhor foto *-*
A melhor foto parte 2
Êee, felcidad.

Abraços, abraços, abraços

Uma coisa que devo comentar, o Irmes conversando comigo: "você já pensou em ser cantora?" WTF? hauaihaiuahiau Meu pai falou algo por aí também, que a minha voz é bonita no microfone, quando eu não estou nervosa. Que bom... ou não o.o

Desci as escadinhas e estava impraticável de passar pelo meio.. fui pelo cantinho quando vi as amigas da minha mãe, que foram ultra fofas comigo, fiquei tão contente que elas foram! *-* Adoro as amiguinhas de facul da minha mãe, hehehe. E as minhas ... uhn. Colegas. Miriele, Bruna, Milena e Monique. Quando ia falar com elas, me surge a Tom Tom (Antônia). Estudamos juntas o Ensino médio todo. Daí pronto, eu dei um berro daqueles e começei a chorar. Conversamos um pouco, ela brincou dizendo que faculdade muda uma pessoa, que eu era a prova viva da coisa, falando alto no microfone, de vestido, toda emperequetada e apresentando o negócio todo xD Apresentei elas cinco (nem comento mais nada..) e ela se foi. Eu fiquei tão feliz que a Tomtom foi... Até agora, quando eu lembro, fico querendo chorar... achei que nenhuma delas iria, foi lindo!

Voltei pra tirar a beca e agradeci um por um da equipe da empresa. Eles foram demais, super atenciosos, pacientes, e acho que foram eles que me acalmaram. Todos, as meninas que colocavam as becas aos meninos do áudio, do telão.. inclusive ganhei o que passou no telão *-* Eles devem ter achado muito estranho uma formanda que abraçou todos eles hehe

Não, pausa pro detalhe: o rapaz que fez os convites também é fotógrafo! Eu fiquei BEGE com isso! Todo mundo é tudo por lá, e eu adorei isso. *-*

Família louca e retardada

Eu e Recife, no fim
Rodrigo e eu, no fim Meninas

Daí cumprimentei todo mundo das turmas e tal e vim embora com a família. Fomos comer pizza, e minha prima queria porque queria que eu fosse pra Lapa com ela. Cara, eu tava com sono, meu pé estava dolorido.. acho que mais sono do que qualquer outra coisa. Ah, sim, calor também. Vim pra casa, passei as fotos pro computador, falei com a Lu e a Fefa e fui pra cama.

E não dormi. T_T
Só fui conseguir dormir decentemente, essa noite (sábado pra domingo), e, mesmo assim, acordei com o meu pai ouvindo o hino do meu time ultra alto. Eu dei um pulo da cama, óbvio. Amo o Inter, mas poxa, eu estava há dois dias sem dormir direito... T_T

Ontem eu saí e.. ah, isso é assunto pra outro post, e eu estou tentando não me irritar com isso de novo, mesmo que esteja sendo bem difícil...

Adios.

1 comentários:

Roses disse...

Eita Debbie, seu cabelo é enorme mesmo hein! Mas ficou mutcho gata ^^ Eu fico grata que não vou ter que usar beca, que o discurso da minha sala vai ser só dois minutos e não vou ser eu quem vou falar, imagino o terror que você passou!
Pelo chickenie que ouvi no msn sua voz é bonita sim