1 de mar de 2010

Relato de uma Voluntária dos Jogos Pan Americanos de 2007

Pois é, acabou.. =/ Achei tão legal, tinha tanto esporte que eu não conhecia (e agora eu conheço e tenho um medão!)...
Eu não vou falar dos jogos em si, porque eu quero falar da cerimônia de encerramento. E o que me fez chorar durante a madrugada. Foi LINDO! Perfeito demais, nossa! Desliguei o pc pensando em ir dormir mas liguei a televisão.. e lá estava, justinho na hora. O que foi o maestro em Vancouver e a orquestra na Praça Vermelha, cara! Foi perfeito aquilo! As coreografias, as performances.. diria meu melhor amigo Jack, 'vamos por partes'.

O que definitivamente me fez sentar na cama e começar a chorar foi o cara falando dos voluntários. Me deu uma saudade tão grande de 2007, dos Jogos Pan Americanos! Acho que a melhor coisa do mundo é ser voluntário nesse tipo de evento, sério. Apesar de você ficar um pouco estressado e tonto de ouvir tantas línguas, cara, é um conhecimento gigante. Espero muito trabalhar nas Olimpíadas e na Copa. Os Jogos Pan Americanos não foram o suficiente hehe

Acho que só quem já trabalhou como voluntário em eventos grandiosos como esse sabe do que eu estou falando. Do sentimento de ter o seu ego lá em cima, de sentir as bochechas queimando e de sentir o coração batendo forte. Eu estava (e estou agora) com o meu casaco Azul Smurf (apelido que a gente dá pro casaco, principalmente por causa do capuz - mais abaixo eu explico), e o homem falando que os voluntários eram um time e a real razão para que tudo acontecesse... e eu sentada na minha cama, chorando! Hahahaha! É que foi uma sensação tão gostosa, tão indescritível!
Espero tanto trabalhar na Copa e nas Olimpíadas, acho que ninguém sabe o quanto. No Pan, eu meio que fui "prejudicada" por uma pessoa (ex-namorado), mas fora isso, foi maravilhoso. Certo que algumas amizades não ficaram pra sempre, de fato eu só vivia grudada com a turma dos escoteiros xD E ainda converso (poucas vezes) com o Raphael, mas cara... você treinar sua segunda língua é maravilhoso. Melhor ainda é você criar amizades com o pessoal, sabe...

No Pan, eu fui uma das menininhas das medalhas (sim, eu coloquei o vestidinho e levei a medalha e a florzinha). O primeiro ouro do Brasil foi da minha equipe, no Tae Kwon Do. Eu levei o Bronze B nesse dia, se não me engano. É tipo... muito perfeito você estar junto do vencedor do seu país, na frente de todo mundo, vendo a bandeira sendo hasteada e o hino tocando. Quando nós voltamos pro backstage, a gente começou a chorar, era uma vez a maquiagem! Hahahaha xD Trabalhei no Badminton também. O "must" do Pan eram os pins dos atletas, e nós não tínhamos nenhum. Daí eu virei pro americano (acho que ele tinha alguma descendência coreana, Lee alguma coisa) e perguntei se ele não tinha pin (naquele dia eu estava muito atacada!) e ele me deu um pin lindo do EUA! Guardo até hoje <3>

E no Tênis /tenso. O Tênis era o mais enrolado. Porque o Marapendi, que foi onde teve os jogos, é aberto, e do nada chegou uma frente fria no Rio. Acho que nunca senti tanto frio na vida quanto na época do Tênis, sério! A camiseta era de uma malha fina, a calça também, tênis, meia e o casaco Azul Smurf, que não nos esquentava. Quando tínhamos premiação, era colocar aquele vestido de malha, com uma manga curtinha, nossa, horrível! Sei que teve um dia que a gente teve que ficar esperando a chuva passar, e ficamos assistindo tv dentro da sala. Na hora do almoço, a gente cruzou a Avenida das Américas e foi almoçar no Spoleto. Aquele foi um dia preguiçoso, porque não fizemos nada. Sei que a premiação foi acontecer em outro lugar. Ainda mais frio. Meus dedos congelaram na bandeja, sério. Eu voltei toda tremendo, não conseguia nem olhar pra autoridade que estava pegando a medalha e a flor, muito menos praqueles argentinos lindos xP

Se você já viu o filme das Spice Girls, você lembra daquela cena que a Victoria dirige o ônibus, e daí elas saem correndo com o tema do filme Rocky ao fundo? Aquela foi a cena da minha equipe correndo pro Maracanã. Do fim do mundo pro Maracanã. Só faltou a musiquinha, sério. Tava tudo parado, minha mãe ligando e perguntando onde nós estávamos.. chegamos no finalzão, ainda vimos algumas coisas, mas era o fim.. Daí a gente chorou, tirou foto... xD

Então quando o tiozinho falou dos voluntários, que eles é que tinham feito dar certo e apareceu aquela multidão de Azul Smurf, eu não me aguentei e começei a chorar. Foi lindo. Eu estava com o casaco, daí eu fiquei apertando ele e me lembrando de tudo... ^^
mais engraçado foi, possivelmente, o depois. Eu durmo com uma camiseta do Simple Plan, que ganhei na primeira missão do Simple Plan Street Team Brasil (puuuuutz, 2004/5, cara!), e estava com ela debaixo do casaco. Daí quando eu resolvi tirar o casaco e arrumei a camiseta, quem aparece na tv pra cantar? O Simple Plan! Eu dei um grito tão alto que meu pai acordou todo preocupado! xDD E eu percebi que eu estou muito atrasada com eles, eu não sei cantar "Your Love is a Lie". Que vergonha! Seria eu mesmo uma fã? A mesma que ainda têm o primeiro ingresso do primeiro show deles (e o meu) no Brasil? Tá todo desbotado, mas ele ainda resiste. Firme e forte.
Vem cá, por que a Avril cantou duas músicas e o Simple Plan e a Alanis cantaram só uma? ¬¬' Enfim. Ela não é mais a Avril que eu conheci, cara. CADÊ A AVRIL E O QUE TU FEZ COM ELA, SUA CÓPIA!? D:


(controla pranão chorar!)
(busão!)
(Riocentro)
(com a Sol @ Maracanã)
("E aí, gente, o que vamos comer?")

2 comentários:

Roses disse...

Debbie, eu acho que não conseguiria ficar lá paradinha que nem você fez. Por mais que não conhecesse o atleta pra quem estivesse dando a medalha acho que ia dar uma ataque de fangirlism na hora! ㅋㅋㅋ

Dolphin disse...

nossa deh que legal!
Meu sonho <3333
mais eu tbm daria ataque de fangirl huashhasuashus

Simple Plan <3333333333333333