7 de mai de 2010

Desabafo de uma ELF



Me sinto um lixo. Um nojo. A pior fã que já existiu no mundo.
Eu não tenho onde falar o que eu estou sentindo, então se você vier com discurso moralista pra cima de mim, desculpe, flor, arranje outra pessoa pra fazer isso.

Eu amo Super Junior. Na realidade, é amor mesmo, brinco dizendo que não gosto do Siwon e tudo o mais, mas eu amo o Super Junior, da mesma forma que amo o M.I.C, da mesma forma que eu "sarango" a Yah, a Roses, Gabi e o Zeno. Conheci os caras ainda na época de Don't Don, que foi o segundo álbum deles. Estamos no quarto. Faça as contas.
Posso te garantir que nos dois comebacks principais (digo, Don't Don e Sorry Sorry), eu estava tão animada que sentia que saía pelos poros. Surtava, gritava, enfim, era bem fangirl mesmo. Inclusive tive uma reação até meio exagerada quando saiu "It's You", porque, quem me conhece, sabe que uma das minhas paixões (ocultas) é escrever roteiros, e eu fiz um para "You're My Endless Love" (do segundo álbum). E que por acaso se assemelhava muito com "It's You", sendo que escrevi o mv tipo... um ano e blau antes.

Então por que agora eu não estou feliz? Não sinto a felicidade saindo pelos poros, não sinto meu coração batendo forte e nem sinto aquela vontade esquisita no peito, de que eu preciso vê-los nos palcos, arrasando como sempre?

Quando a Luciana me falou ontem "Acorda que saiu o teaser", eu estava deitada no colo da minha mãe, vendo novela (sim, novela às 11 da noite - viu, Goddess, quando eu disse que entendia o Tetê, não estava brincando!). Quando vi o visor, só me vieram lágrimas nos olhos e por pouco eu não chorei. Eu não estou sendo mentirosa quanto a isso, é sério. Eu tive que levantar e correr pro banheiro, pra evitar perguntas. Respirei fundo umas cinco vezes e me repeti, como um mantra, que é só um grupo, um bando de artistas que eu adoro e que eu devo ficar feliz, porque É um comeback depois de um ano.

Mas não entra, sabe? Eu quero que eles sejam topo das paradas, quero vê-los nos palcos, quero ouvir os gritos histéricos das ELF's, quero sentir tudo aquilo que eu sempre senti nos últimos três anos, quase. Adoro cada um deles, com seus defeitos e suas qualidades, tenho meus prediletos e os menos queridos, mas...

Sabe quando você vê que o amor da sua vida vai casar e, ao mesmo tempo que deseja felicidades, quer arrancá-lo de lá e impedí-lo de casar? É claro que eu nunca passei por uma situação assim, até porque tenho 20 anos, mas de repente entendo como a personagem da Julia Roberts se sentiu quando viu aquele bofe que ela chamava de melhor amigo se casar com a personagem da Cameron Diaz.

Eu estou me forçando a pensar "Você precisa sorrir, você precisa mandar pensamentos positivos para os rapazes, afinal, Super Junior é a razão pela qual você tem muitos dos coleguismos virtuais e é a razão principal pela qual o Lollipop Fics EXISTE!". Mas não dá, eu não consigo.

Será que é devido aos últimos acontecimentos? Você sabe, Hangeng praticamente fora do grupo, Kibum, que não faz nada referente ao mesmo e ao Kang In, que praticamene está no exército e só soubemos nove dias antes do comeback? Eu não sei. Pode ser como pode não ser, nem eu sei o motivo.

Logo depois da Luciana, a Roses me mandou mensagem e eu me senti um pouco mais confortável. Não falo isso porque adoro a Roses, mas eu acho que a gente pensa igual em algumas coisas, e ler a mensagem dela me deixou mais calma. Mas ainda assim eu ainda tinha uma vontade incontrolável de chorar.


Estava morrendo de sono até desligar o computador e receber a primeira mensagem, e posso dizer, com todas as letras, que eu não preguei o olho. Fiquei em estado de vigília até as cinco da manhã, que foi quando eu finalmente consegui dormir. Até lá, fiquei ouvindo música, recontando e reescrevendo o mv de "You're My Endless Love" e até tendo as minhas viagens de sono que eu sempre tenho. Mas não vou negar que eu me sentia horrível, porque, enquanto todo mundo estava aqui, tendo ataques de fangirl, eu estava na cama. Me controlando horrores pra não começar a chorar. Até tentei ouvir Spice Girls, que sempre me anima nas piores horas, mas nem elas conseguiram tirar minha... me tirar daquele estado.
Rolei várias vezes; levantei, fiz alongamento, até pensei em fazer alguma coisa como um bolo, mas o bicho iria murchar. Então só fiquei na minha cama, mirando minha parede azul, me perguntando por que eu me sentia daquela forma horrorosa.

Agora cedo eu assisti. Ok, eu sei que eles não tem mais dezenove anos e acham que tudo é milagre ou que seja. Eu sei que eles não serão crianças e adolescentes pro resto da vida. E, de alguma forma, eu sabia que seria algo pra chocar. Não achei que fosse tão choque, quero dizer. Tivemos "Sorry Sorry" aí, o conceito de "somos homens mais velhos agora" estava muito bem explicitado, por assim dizer. Eu confesso que senti medo quando começou o teaser. Medo, medo mesmo. A música, a maquiagem, as roupas (que não deveriam me assustar, depois de "Don't Don")... "Medo?", eu me pergunto com uma risadinha. "Super Junior nunca te deixou com medo, na vida, aliás, eles sempre te fizeram sorrir, com todos os problemas que já aconteceram!". "É", outra voz diz, "Como pode sentir medo de algo que te faz feliz? Que você ama? Seus pais te deixam com medo?". "Não" respondo em alto e bom som, "eles não me deixam com medo, mas o Super Junior deixou". As duas primeiras vozes balançam a cabeça tristemente, enquanto as pessoas ao meu redor pensam que eu enlouqueci...

E se fosse o M.I.C? Será que eu estaria exultante, quero dizer. Paixões asiáticas pra mim é Super Junior e M.I.C, e eles "debutam" esse mês. Se a Gloria ou a Mia, ou até mesmo a Wen Lan, tivesse meu telefone e me ligassem no meio da madrugada e falassem, "Deb, eles conseguiram!"... eu ficaria feliz? Será que o problema sou eu?

Às vezes penso que esse caso do SJ é isolado. Mas dói muito só de pensar que eu não esteja animada com o comeback deles. A bosta é que eu QUERO e DESEJO ficar animada, atacada, surtada e todos os 'adas', mas eu não consigo.

E a tica é que eu não posso falar disso com ninguém. Porque podem dizer que eu "troquei o Super Junior", "ahh", "mesmo assim eles estão gatos", "eles estão gostosos", "você precisa ficar animada" e coisas do gênero. E então me sinto pior.

Por mais que eu escreva aqui, nada vai ser parecido o bastante com o que eu estou sentindo. Eu não quero postar no Lolli hoje, vou pedir pra Jenny ou pra Lets (quem estiver on na hora) fazer isso, eu não tenho cabeça, se é que você me entende. Eu vou acabar chorando e escrevendo algo que desagrade a todos, como esse texto, e daí, pedras voarão até a minha cabeça.

Tenho que sair e estou aqui, escrevendo. "Impressionante, Deborah, você fala e fala e ainda assim deixa claro sua insatisfação com o Super Junior!", a primeira voz ecoa na minha cabeça, com a maldita risadinha de desdém. "Pelo menos aliviei um pouco do que estou sentindo!" rebato. "Admita derrota, garota, você sabe que é a errada aqui! Todo mundo, todas as fãs, estão aos surtos com esse teaser e aí está você, com os olhos marejados e não chora. Sabe, chorar faz bem..."
"Ah, cale a boca!" berro. "Procure outra parte da minha mente para perturbar, não toque onde mais dói!". "Aprenda a lidar o que você sente. Você se deu bem ao excluir as meninas da sua cabeça e do seu coração, por que não pode ser assim com eles também?"
"Porque eu os amo tanto quanto amo Westlife, Spice Girls e M.I.C. É eterno." "Everlasting Friends não cabe a você. ELF, no modo bem Disney de falar, é 'nunca mais abandonar'. E não é isso que está fazendo? Abandonando os seus 'meninos', seus 'docinhos variados'?"
Fico quieta.
"Reveja seus conceitos. Reflita sobre o que sente. Cresça!"
"Ah, cale a boca!"

Talvez, quando voltar para casa, eu esteja menos doida e perceba que isso é coisa de momento. Espero chegar em casa, jogar a bolsa no sofá, tirar os saltos altos. Espero chegar em casa e surtar com todos mundo.
Espero...

2 comentários:

Mandy disse...

Debbie, minha Linda *-*
Se sabe como eu me sinto, nééah?
Não se sinta culpada por não estar feliz, eu sei que éé hard, mas éé normal!
Eu tb não estou correndo em volta do computador, saltitando de alegria, na verdade to com choro preso na garganta, mas isso não muda o amor que eu sinto pelos 15, EU AMO SUPER JUNIOR, e não estar contente hoje não faz esse amor diminuir, o dia vai ser dificiul hoje, mas talvez amanhã melhore ;) [ eu não sou do tipo otimista, mas OKEEY! ] / eu não tenho coragem d entrar mas nos Chats, foruns e etc, eu sei que vou ser criticada, mas éé bom saber que alguem esteja sentindo isso da merma forma que eu.

Hwaiting para nós, eu espero que isso passe ;)

Roses disse...

Debbie linda, apesar de estar animada com o comeback (sim meu S2 deu um pulo quando eu coloquei o teaser pra baixar) não sei se deu pra você reparar a bipolaridade do meu post...Eu escrevi a primeira metade antes de ver e a segunda depois. E sinceramente, eu te entendo sim, só acho que sou um tico mais insensível e fria e por isso abstraio algumas coisas com mais facilidade^^